Telefônica inicia cobrança por minuto

Migração começa pela região de São José do Rio Preto e termina em julho, na Capital

A Telefônica inicia no dia 16 de março, na região de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, o processo de migração do sistema de tarifação das chamadas locais de pulsos para minutos. A migração será gradativa, por regiões do Estado onde a empresa atua, e será completada até o final de julho, mês em que a forma de cobrança muda na Capital. A mudança atingirá cerca de 10,5 milhões de linhas hoje cobradas em pulsos – outros 1,5 milhão de clientes já aderiram a planos alternativos em minutos. A medida, prevista na regulamentação do setor, é uma evolução e irá trazer aos clientes mais transparência. Nos últimos anos, a Telefônica investiu mais de R$ 200 milhões nesta transformação, aplicados em novos equipamentos nas centrais telefônicas e em mudanças nos sistemas de faturamento e atenção ao cliente. Para substituir o Plano Básico tarifado em pulsos, os clientes poderão escolher entre as duas alternativas estabelecidas pela Anatel ou optar ainda por uma das ofertas Meus Minutos, criada pela Telefônica desde janeiro de 2006.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ