Testes podem reduzir chances de atropelamentos por carros autônomos

Nos últimos anos, diversas empresas de tecnologia estão desenvolvendo tecnologias de autocondução, com o objetivo de tornar a vida das pessoas mais fácil e segura. Apesar de os sistemas serem pensados para agir da mesma maneira como um bom motorista faz, ainda há uma série de dúvidas sobre a capacidade das máquinas. Por enquanto, as respostas são apenas teóricas.

Para ajudar a solucionar as dúvidas, o prefessor da Universidade de Stanford, Chris Gerdes, quer realizar um experimento para mostrar quais decisões um sistema tomaria em caso de necessidade.

Os testes verificam qual a atitude de um veículo autônomo em uma estrada simulada ao se deparar com um barril ou uma série de cones, simulando uma ou mais pessoas paradas no caminho, e uma estrada onde não é permitido trocar de faixa rapidamente. Se para um ser humano a decisão parece óbvia, para o sistema pode ser algo mais difícil de decidir.

Em testes realizados por Gerdes, o veículo foi capaz de tomar a decisão mais rapidamente do que um motorista amador. Os atropelamentos podem em breve se tornar um problema para as empresas responsáveis pelos veículos autônomos. Treinar o sistema para ocasiões como essa pode reduzir as chances de morte de pessoas por erros do algoritmo.

Via Engadget 

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ