Toyota patenteia drone autônomo que reabastece carros

Drone funcionaria como um posto de combustível ambulante; tecnologia poderia ser usada para abastecer carros a gasolina, hidrogênio ou elétricos

Rafael Rigues 17/11/2020 12h20
Drone frentista da Toyota
A A A

Se depender da Toyota, aquela busca pelo posto de gasolina (ou estação de recarga) mais próximo pode estar com os dias contados. A empresa patenteou um drone autônomo que é capaz de dirigir até seu veículo e reabastecê-lo, onde quer que você esteja.


De acordo com o documento, o drone encontraria seus clientes usando GPS, e depois usaria vários sensores, como os de proximidade, para se conectar ao veículo e transferir "combustível", seja ele gasolina, hidrogênio ou energia elétrica. O drone seria capaz de abastecer vários clientes antes de ter de retornar a uma base para recarregar a si mesmo.

A patente menciona que o sistema poderia ser usado em "veículos autônomos", como os que estão sendo testados pela Tesla e GM, ou talvez os táxis sem motorista da Waymo. Mas não há uma estimativa de quando o drone pode chegar ao mercado, ou mesmo se há intenção de transformá-lo em um produto.

Reprodução

Ilustração na patente do "drone frentista" da Toyota. Imagem: The Drive

Lembramos que nem toda patente registrada por uma empresa se torna um produto. Como exemplo, a Apple conseguiu a patente de um iPhone dobrável em 2015, e em 2016 registrou a patente de uma tela flexível para dispositivos vestíveis, ambos produtos nunca lançados. Em 2018, a empresa registrou em média seis pedidos de patente por dia.

Sem as mãos no volante

A Tesla está testando entre alguns de seus consumidores "mais experientes e cautelosos" uma nova versão de seu software AutoPilot, que adiciona capacidade de direção totalmente autônoma (FSD, Full Self Driving) a seus veículos.

O desempenho do software nas ruas pode ser descrito como "misto". Em um vídeo, que mostra um trajeto de 30 minutos entre Pasadena e Santa Clarita, na Califórnia, o sistema de saiu bem trafegando por um misto entre rodovias e vias urbanas, respeitando a sinalização de transito e detectando corretamente os outros veículos na pista.

Em outro teste mais extremo um Tesla Model 3 no modo autônomo percorreu a Lombard Street, a rua mais sinuosa do mundo, em San Francisco. Os resultados não foram animadores: o veículo errou quase todas as curvas, e o motorista teve de intervir várias vezes para evitar acidentes. Certamente uma situação que será considerada pelos engenheiros da Tesla antes do lançamento da versão final do software.

Fonte: The Drive

Toyota carros autônomos veículo autônomo direção autônoma carro autônomo Drone Autônomo
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você