3 coisas que o Moto Z2 Force tem e a concorrência não, e vice-versa

O Moto Z2 Force chegou ao Brasil com preço de lançamento de R$ 2.999. O aparelho possui uma tela ShatterShield super resistente e com garantia contra rachaduras e quebras. Outros atrativos são o poderoso processador Snapdragon 835 aliado a 6 GB de memória RAM, além do suporte às capinhas inteligentes Moto Snaps.

Se você está pensando em trocar de aparelho e não sabe se o novo modelo é uma boa escolha, confira uma lista com três coisas que o top de linha Motorola tem e a concorrência não e vice-versa.

Coisas que o Moto Z2 Force tem e os concorrentes não.

1. Suporte a modularidade

Ao contrário da LG, a Motorola seguiu investindo em peças que podem ser encaixadas nos smartphones para adicionar novas funções ou melhorar alguns quesitos do aparelho. Tratam-se das capinhas Moto Snaps, que são vendidas separadamente ou em pacotes da empresa. Algumas das melhorias oferecidas são: caixas de som, projetor da tela, bateria extra, entre outros.

No lançamento do Moto Z2 Force no Brasil, aliás, a Motorola duas novas capinhas inteligentes. A primeira é a câmera 360 graus, que permite que o usuário capture fotos, grave vídeos e faça transmissões ao vivo mostrando tudo o que está ao seu redor. Já o Gamepad é uma boa pedida para os jogadores que buscam botões físicos e controles mais apurados para os seus games no celular.

2. Tela com garantia contra quebras

ReproduçãoO Moto Z2 Force utiliza um tipo de tela exclusivo da Motorola. Batizado de ShatterShield, o display é composto por cinco diferentes camadas para e evitar trincas e quebras em quedas ou acidentes. Ainda que o restante do corpo de alumínio do modelo não tenha nenhuma proteção especial, a vidro super reforçado do visor já deve evitar os danos mais comuns em smartphones.

3. Android Puro

Versões menos modificadas do Android costumam ser bem recebidas por usuários que buscam atualizações mais rápidas e menos aplicativos de fábrica. Entre os modelos top de linha vendidos no Brasil, o Moto Z2 Force é o que traz menos modificações no sistema por parte da Motorola. Enquanto isso, Samsung, Sony, LG e Asus costumam alterar bastante o visual da plataforma.

O que os concorrentes têm e o Moto Z2 Force não

1. Proteção IP68

Ao contrário das outras fabricantes, a Motorola lançou o seu top de linha sem uma proteção reforçada contra água e poeira. No site da fabricante, é descrito apenas que o telefone possui nano repelente contra líquidos, o que tende a funcionar em dias de chuva. Já rivais como o Galaxy S8 e o iPhone 7 podem ser mergulhados em até 1,5 metro de profundidade por um tempo máximo de 30 minutos.

2. Entrada para fones de ouvido

ReproduçãoO Moto Z2 Force, assim como iPhone 7, chega sem a entrada convencional para fones de ouvido de 3,5 mm. Embora isso não afete radicalmente o funcionamento do aparelho, os usuários não poderão usar os seus acessórios atuais sem o adaptador de P2 para USB-C incluído na caixa. Outra opção é usar os fones da caixa ou com conexões Bluetooth.

3. Carregamento sem fio

Os Galaxys já possuem carregamento sem fio há algum tempo e, neste ano, o iPhone 7 deve ser o próximo a ganhar a tecnologia. Com o recurso, é preciso apenas repousar ou apoiar o celular sobre uma superfície indutora para que este comece a repor a energia. Outras fabricantes que utilizam a técnica são a LG e a Microsoft.

Enquanto isso, os donos do Moto Z2 Force terão que utilizar cabos para poder recarregar a bateria do seu smartphone. Embora pouco difundida no Brasil, a tecnologia tem se popularizando lá fora, inclusive com restaurantes e estabelecimentos oferecendo estações para recarga de aparelhos.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ