Trocar a tela do smartphone pode custar mais de R$ 1.000

Um dos acidentes mais comuns com os smartphones atuais é deixar o aparelho cair no chão e notar que a tela sofreu algum dano como arranhões ou rachaduras. Para trocar o componente, diversas empresas anunciam que conseguem fazer o serviço em poucas horas na frente do cliente. O preço cobrado, no entanto, assusta.

Na assistência técnica da Apple, por exemplo, o valor da substituição da tela varia de acordo com o modelo do iPhone. O reparo custa de R$ 499 até R$ 699 em São Paulo. Confira os preços de acordo com o site da Apple.

  • iPhone 6: R$ 499
  • iPhone 5, 5C, 5s, 6s e 6 Plus: R$ 599
  • iPhone 6s Plus: R$ 699

Para os modelos anteriores ao iPhone 5, o reparo pode ser mais caro. Para o iPhone 4s, por exemplo, o cliente terá que arcar com o gasto de R$ 849. Os demais valores podem ser vistos no site oficial da Apple. Na loja da Apple no Shopping Morumbi, na zona sul da capital paulista, a troca com agendamento prévio leva cerca até 3 horas para ser concluída.

Vale destacar que os preços são referentes ao estado de São Paulo e podem variar em outras regiões por causa do valor do imposto ICMS.

Na iSolution, empresa de reparos de smartphones com lojas na Grande São Paulo, Rio de Janeiro (RJ) e Recife (PE), a substituição do conjunto completo da tela, que segundo a empresa consiste no componente touchscreen e o display, pode custar até R$ 1.424,90 para o iPhone 6 Plus. A reportagem tentou o contato com o departamento de marketing da empresa para entender o motivo do valor cobrado ser mais alto do que na loja da Apple, mas não obteve resposta.

Proprietário da loja iPhone Paulista, Nilson Oliveira concorda que os preços são elevados, mas diz que mesmo com a alta procura, a taxa de lucro por conserto é baixa. “Funciona como a venda de maços de cigarros em padarias. Apesar de venderem bem, o estabelecimento ganha pouco em cima do produto”, compara.

Segundo explica, a substituição do vidro de um iPhone 6, por exemplo, custa R$ 750 e é feita em até uma hora. A peça utilizada vem da China e contabilizando todos os custos para a troca, Oliveira afirma que gasta em torno de R$ 600 em materiais e impostos. Assim, o lucro final da empresa é de aproximadamente R$ 150 por celular consertado.

Para smartphones de outras marcas, como Samsung e Sony, o preço varia ainda mais de acordo com o modelo. Além disso, a substituição de telas para marcas concorrentes da Apple é mais difícil de ser encontrada pois o processo é mais trabalhoso. "Os celulares de outras fabricantes acabam sendo muito diferentes um do outro e as técnicas utilizadas para a troca são diversas", diz Oliveira.

Em 2015, o site Sam Mobile afirmou que o reparo das telas LCD dos smartphones S6 e S6 Edge, da Samsung, tinham preços oficiais na casa dos € 200 e € 225 respectivamente. Na cotação de hoje, os valores seriam de aproximadamente R$ 820 e R$ 920.

Com esses preços, uma opção mais viável pode ser investir em películas de proteção que podem garantir uma proteção extra para as telas. Essa, por exemplo, o Olhar Digital testou em 2013.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ