TV deve 'morrer' em 2030, prevê CEO da Netflix

Reed Hastings, o CEO da Netflix, acredita que a TV não tem muito tempo de vida. Para o executivo, o formato deve perder cada vez mais espaço para o streaming de vídeos nos próximos anos. “Você sabe: o cavalo era bom até que surgiu o carro", comparou em evento realizado no México. "A TV, provavelmente, vai sobreviver até 2030", aposta.

O executivo destacou o crescimento do serviço na América Latina, um dos mercados mais promissores para a empresa. Em 4 anos, a Netflix conquistou mais de 5 milhões de usuários. “A América Latina é uma das áreas de mais rápido crescimento no mundo em termos de banda larga e conectividade com a internet", disse.

Para garantir que seus planos se concretizem, Hastings informa que a companhia trabalha para garantir o licenciamento global de seu conteúdo. Atualmente, clientes dos Estados Unidos têm acesso a um catalogo muito maior do que usuários de outros países, como o Brasil.

Via The Hollywood Reporter





RECOMENDADO PARA VOCÊ