tv digital

TV Digital completa um ano no Brasil

Redação Olhar Digital 02/12/2008 12h28
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Até hoje, apenas oito cidades inauguraram o sinal digital: São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia, Curitiba, Porto Alegre, Manaus e Salvador

Terceiro grande marco da história da televisão brasileira, depois de sua inauguração em 1950 e da TV em Cores, em 1972, a TV Digital completa um ano de vida no Brasil nesta terça-feira, 2. Até o momento, somente 0,5% da população tem acesso a essa tecnologia.

Apontada por especialistas como o pilar de uma nova transmissão, inteligente e mais próxima do telespectador, a ferramenta deve chegar apenas no próximo semestre às casas brasileiras, despedindo-se de 2008 com praticamente o mesmo grau de interatividade com que começou o ano. Isso conforme uma perspectiva otimista, feita por Roberto Franco, presidente do Fórum da TV Digital, órgão que congrega radiodifusores, indústria, academia e governo. "Considero que está próximo. Com certeza, chega no ano que vem", afirma Franco.

Carlos Fructuoso, que também integra o Fórum e é participante da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão, acrescenta que "a penetração no Brasil está bem superior ao primeiro ano dos Estados Unidos". Vale lembrar que a transição do sistema analógico para o digital nos EUA deverá ser completa em fevereiro próximo, dois anos após o início oficial da implantação do novo padrão.

De acordo com estimativas da Eletros, associação que representa a indústria de eletrônicos, em 2008 foram vendidos 470 mil aparelhos aptos a receber o sinal digital —entre set-top boxes, televisores com conversor embutido, celulares e conversores portáteis. A cifra atinge cerca de 907 mil brasileiros, se considerarmos que cada televisor é usado por três a quatro pessoas da mesma casa. O número ainda é pequeno, já que em um universo de 183 milhões de habitantes, 94,8% dos domicílios no país possuem televisão (segundo projeção do IBGE em 2007).

tv1

Situação atual

Até hoje, apenas oito cidades inauguraram o sinal digital: São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia, Curitiba, Porto Alegre, Manaus e Salvador. Florianópolis já está em funcionamento pouco mais de um mês antes da previsão inicial, mas a inauguração em 26 de novembro foi adiada por conta das fortes chuvas em Santa Catarina.

Questionado sobre a disparidade entre o número previsto no ano passado, 18 até o fim do ano, e o divulgado agora, Frederico Nogueira, presidente do Fórum do Sistema Brasileiro de Televisão Digital, nega que a implantação do sistema esteja se dando em passos mais lentos do que o previsto. "O Fórum nunca fez nenhum cronograma. O que existe é um cronograma do Ministério das Comunicações, que não é para a implementação e sim para a outorga", diz o presidente da entidade.

Além dos locais citados, Campinas (SP) terá sua primeira transmissão digital amanhã, 3, cinco meses antes do previsto, tornando-se a primeira cidade a contar com o sinal fora do circuito das capitais. Cuiabá (MT) também deve estrear a TV digital ainda este mês.

tv2

Emissoras

A Globo planeja oferecer interatividade ainda no primeiro semestre de 2009. As emissoras já fazem testes internos, mas têm de esperar essas definições técnicas e o lançamento de conversores com o Ginga.

"Estamos pensando em sistemas em que a telespectadora poderia armazenar as receitas da Ana Maria Braga, em vez de só ver enquanto a receita é transmitida ao vivo", diz Liliana Nakonechnyj, diretora de engenharia de transmissão da Globo. Outra possibilidade é usar o sistema nas votações de programas como o "BBB", em que atualmente os espectadores usam telefone, internet e SMS para eliminar um candidato.

Por meio de sua assessoria, o Ministério das Comunicações (MinC) informou que a implementação em cada cidade ou região depende do pedido de outorga de cada emissora. Assim, mesmo que a previsão de uma determinada cidade fosse entrar no sistema digital em maio, isto dependeria do interesse e possibilidade de cada empresa radiodifusora em iniciar os testes seis meses antes dessa data, por exemplo.

Quanto ao cronograma de pedidos, o MinC afirma que a autorização para realizar testes pode ser requerida pelas emissoras antes da data determinada por uma portaria assinada em 2006. Por isso, as previsões do Fórum SBTVD podem falhar.

 

Conversores digitais

Depois de interromper a produção de conversores em março passado, diante das fracas vendas e dos altos estoques, a Positivo Informática diz que ainda está comprometida com o segmento, mas não tem data para retomar a produção.

A empresa tem dois modelos à venda, um por R$ 399 e outro a US$ 499, com os quais continua abastecendo o varejo em cada nova praça que o formato é lançado.

Outra fabricante, a Proview, empresa de Taiwan que chegou com a proposta de oferecer um dos conversores mais baratos do mercado, já teve de reajustar o preço dos modelos, diante da variação cambial, segundo Jorge Cruz, diretor industrial da companhia.

O primeiro deles, que foi anunciado ao preço sugerido de R$ 299 em julho, está com preço médio de R$ 350, segundo o executivo. Dois outros modelos que chegariam com preços inferiores ao consumidor brasileiro (R$ 199 e R$ 249), entretanto, ainda não chegaram ao varejo.

A Samsung, que vende televisores com conversor embutido, prefere não informar quantas unidades foram vendidas, mas afirma que o volume "está dentro do que esperava", segundo José Roberto Campos, vice-presidente da empresa.

TV Digital Alta-definição
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você