Uber é processada por não fornecer carros acessíveis para cadeiras de rodas

O Equal Rights Center apresentou uma ação judicial contra a Uber na última quarta-feira, 28, por a empresa não fornecer carros acessíveis para cadeiras de rodas, o que viola artigos de direitos norte-americanos.

Conforme relata o The Verge, a ação judicial alega que a Uber exclui as pessoas que usam cadeiras de rodas na cidade de Washington e diz que a empresa não oferece carros acessíveis para pessoas com deficiência em sua linha Uberx, sendo que a companhia teve a opção de incluir o acesso, mas optou por não fazer.

"Se fossem acessíveis aos usuários de cadeiras de rodas, os serviços de transporte da Uber poderiam ter efeitos que mudam a vida para esses usuários, melhorando sua capacidade de trabalhar, estudar, participar da vida comunitária e, em geral, viver de forma mais independente", afirma o processo.

Vale ressaltar que este é mais uma ação judicial que a Uber precisa enfrentar, junto com as de salário dos motoristas e casos de estupro e agressão sexual.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ