Uber

Uber pagará US$ 28,5 milhões a seus usuários nos EUA após processos

Gustavo Sumares 12/02/2016 09h02
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Como parte de um acordo referente a duas ações judiciais conjuntas movidas por usuários do serviço, o Uber pagará um total de US$ 28,5 milhões a seus clientes dos Estados Unidos que usaram o serviço entre 1 de janeiro de 2013 e 31 de janeiro de 2016 (ao todo, mais de 25 milhões de pessoas).

Os dois processos tinham como motivador a tarifa "safe ride" que o serviço cobra de seus usuários. Trata-se de um valor fixo que varia segundo o local, mas que, segundo a empresa, serve para cobrir despesas com a segurança da viagem, como educação de seus motoristas e investimentos em tecnologia.

Segundo as acusações, a empresa anunciava de maneira enganosa o seu serviço, ao dar a entender que ele era mais seguro que o deu seus concorrentes. A empresa continuará a cobrar a taxa, mas sob outro nome, e será probida de usar certas expressões como "safest ride on the road" ("a forma mais segura de viajar") ao anunciar seu serviço, segundo o The Verge.

Alguns centavos

Como o número de usuários com direito a alguma forma de restituição por essa propaganda enganosa é muito grande, o valor a ser pago para cada um será pequeno. De acordo com o The Next Web, o valor a ser pago para cada cliente seria de cerca de US$ 0,82 (oitenta e dois centavos de dólar).

A empresa informou também que, assim que o juiz aprove o acordo, ela começará a enviar e-mails para os usuários com direito a essa restituição, informando-os sobre o caso e perguntando como eles prefeririam recebê-la. Ela poderá ser paga em crédito no aplicativo ou por cartão de crédito. 
Aplicativos transporte Trânsito justiça Cartões de crédito uber
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você