Usuários do Facebook não alteraram configurações de privacidade após escândalo

Desde que veio à tona o escândalo do Facebook com a Cambridge Analytica, a rede social já anunciou diversas mudanças nas regras e configurações de privacidade dos dados dos usuários. Porém, conforme relata o The Wall Street Journal, a maioria dos usuários ainda não alterou as configurações de privacidade.

A vice-presidente de soluções de marketing global do Facebook, Carolyn Everson, afirmou que a empresa não viu mudanças no comportamento das pessoas em relação aos dados que são compartilhados com a plataforma.

A executiva também explicou que a companhia não espera que sejam criadas leis de privacidade mais rígidas, que poderiam levar os consumidores a recusarem anúncios direcionados e, consequentemente, reduzir as vendas de anúncios. "Não estamos antecipando grandes mudanças em nossa receita geral e modelo de negócios", disse.

Durante esta semana o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, passou por reuniões com o Congresso norte-americano para responder perguntas dos parlamentares sobre a venda de dados dos usuários através de um aplicativo de terceiros.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ