Intel Core i3 i5 i7 i9 processadores

Vale mais a pena comprar um notebook com processador Intel de 7ª ou 8ª geração?

Renato Santino 27/10/2018 14h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A oitava geração de processadores da Intel já está no mercado há algum tempo. Os notebooks que fazem uso da geração de chips, no entanto, não estão tão presentes assim no mercado brasileiro, que ainda é bastante dividido com os processadores da sétima geração dos processadores da marca.

No fim das contas, vale a pena investir um pouco mais de dinheiro em um processador mais atualizado ou ainda é mais interessante economizar alguns trocados e pegar um computador com chip um pouco mais defasado? O salto de desempenho compensa o preço mais alto dos PCs mais novos?

A resposta é que o salto de desempenho da sétima para a oitava geração dos processadores Intel foi, sim, bastante significativa. É algo que não se viu tanto em saltos geracionais anteriores na linha de processadores da Intel, então é importante levar isso em consideração na hora de comprar um notebook: o chip de 8ª geração terá um desempenho satisfatório por um tempo consideravelmente maior do que o de 7ª geração.

Mas exatamente quanta é a diferença entre um processador de uma geração e de outra? Testes realizados pelo site Laptop Mag mostram que o ganho de desempenho é considerável, com base em uma série de benchmarks comparando notebooks similares cuja única diferença é o processador.

Por exemplo: comparando duas versões do notebook Dell XPS 13 com tela de 1080p, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento, com a única diferença entre os dois computadores sendo o processador i7-8550U (8ª geração) e Core i7-7500U (7ª geração).  A diferença foi gritante.

Em testes artificiais de desempenho como o Geekbench 4, o PC com processador da 8ª geração obteve uma pontuação quase duas vezes maior do que o processador de 7ª geração: 14.175 contra 8.735 pontos. Já em uma demonstração mais próxima da realidade, o chip da 8ª geração também não decepcionou: ao rodar um macro que combina 65 mil nomes e endereços no Excel, o processador mais atual conseguiu completar a tarefa em apenas 1 minuto e 8 segundos, menos da metade do tempo registrado pelo chip de 7ª geração: 2 minutos e 30 segundos.

Reprodução

O padrão se repete em basicamente todos os outros testes. O processador da 8ª geração levou apenas 19 minutos e 35 segundos para converter um vídeo 4K para 1080p, enquanto o de 7ª levou 31 minutos e 36 segundos.

Assim, se você está em dúvida entre um notebook com processador de 7ª ou 8ª geração, a única dúvida é realmente em relação a preço. A diferença no valor nos notebooks que você está pesquisando é grande? Mais do que R$ 500? Se os preços estiverem próximos, é fato consumado que o processador da geração mais atual oferece ganhos grandes de desempenho que valem um custo extra.

Intel Processadores
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você