Veja os 6 melhores celulares com capacidade para dois chips no Brasil

Há muito tempo criou-se um mito no mercado de celulares de que smartphones com suporte a múltiplos chips SIM são ruins ou simples demais. Nos dias atuais, essa história simplesmente não é verdade.

As grandes fabricantes investem cada vez mais em aparelhos de alta qualidade com suporte a recursos dual-chip. Com os smartphones se transformando cada vez mais em parte integral da vida de todos, não é incomum que as pessoas tenham dois números telefônicos para separar o pessoal e o profissional.

A prova de que o dual-chip é um novo foco da indústria é a lista de celulares abaixo, todos de alto desempenho e qualidade estética, que provam que não é por ter suporte a dois chips que o smartphone é básico.

Zenfone 3 Deluxe: entre R$ 3.900 e R$ 4.900

Reprodução

Existem duas versões do Zenfone 3 Deluxe, e as duas são indicadas para quem tem dinheiro e necessidade de usar dois chips. O modelo é o mais avançado da Asus, com processador Snadragon 820 ou 821, com 4 GB ou 6 GB de memória RAM e uma tela de 5,7 polegadas. O celular também se destaca pelo fato de ter um corpo metálico e pela câmera de 23 megapixels com estabilização óptica.

Moto Z: R$ 2.200

Reprodução

O top de linha de Motorola tem o diferencial de mercado de ser modular, com a compatibilidade com os Moto Snaps, embora boa parte dos usuários ignore sumariamente os acessórios do celular. A tela de ambos os modelos tem 5,5 polegadas, eles vêm com processador quad-core de 2,2 GHz Snapdragon 820, 4 GB de memória RAM e bateria de 3.500 mAh. A câmera traseira tem 21 MP de resolução, vem com estabilização óptica e foco a laser.

Galaxy A7: R$ 2.000

Reprodução

Se a Samsung não incluiu a capacidade de dois chips no Galaxy S7 vendido no Brasil (existem versões com dois espaços para chip no exterior), a melhor opção para quem procura o recurso sem fugir da coreana é o Galaxy A7. O intermediário premium tem a tela de 5,7 polegadas com resolução Full HD, bateria de 3.600 mAh com 3 GB de RAM, 32 GB de espaço interno (expansível até 256 GB com microSD), câmeras de 16 MP (traseira e frontal) com abertura f/1.9, e um processador de 1,8 GHz Exynos, da própria Samsung, com oito núcleos.

Moto Z Play: R$ 1.700

Reprodução

O Moto Z Play é a alternativa para quem não quer pagar mais de R$ 2.000 no Moto Z, e ele inclusive conta com algumas vantagens sobre o modelo mais caro, incluindo bateria mais potente e entrada de fones de ouvido convencional. O aparelho traz um processador Snapdragon 625, com 3 GB de memória RAM, e a tela tem 5,5 polegadas e resolução de 1080p. Sua câmera traseira tem 16 megapixels com abertura f/2.0 e sem estabilização óptica.

Zenfone 3: R$ 1.500 a R$ 1.900

Reprodução

Assim como o Moto Z Play é a opção para quem não quer gastar o necessário para ter um Moto Z, o Zenfone 3 é a alternativa ao altíssimo preço do Zenfone 3 Deluxe. O celular possui quatro versões diferentes, e o preço varia dependendo do que você escolhe. O processador é comum a todas elas, com um chipset Snapdragon 625; já a memória RAM pode variar entre 2 GB, 3 GB ou 4 GB, e o tamanho de tela pode ser de 5,2 ou 5,5 polegadas. A câmera tem 16 MP com estabilização óptica e eletrônica e gravação em 4K.

Xperia XA Ultra

Reprodução

A Sony também possui uma boa opção de celular dual-chip, que é o gigante Xperia XA Ultra. O modelo conta com tela de 6’’ com resolução em 1080p, o processador é um MT6755, da MediaTek, com oito núcleos e que traz ainda 3 GB de memória RAM e bateria de 2.700 mAh. O armazenamento interno é de 16 GB, mas expansível até 200 GB com o uso de cartões microSD. Ele conta com câmera de 21,5 megapixels e frontal de 16 megapixels, o que é muito mais do que a média para lentes frontais, mas a abertura da lente é pequena, de apenas f/2.6, e o ângulo de captura das fotos chega a 88°. 

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ