Vem aí a impressão 4D; veja como funciona

A impressão 3D já é uma realidade que trouxe uma série de benefícios em várias áreas, permitindo a criação de próteses e inúmeros objetos úteis para o dia a dia. Porém, pesquisadores da Universidade de Harvard, nos EUA, estão um passo adiante, de olho no método de impressão 4D.

Nesta noa fase da tecnologia, a dimensão adicional é o tempo. Os objetos são desenhados em uma superfície plana com um gel, contendo pequenas fibras orgânicas, que consegue se expandir para a forma tridimensional quando submerso em água. Veja o exemplo abaixo:

Em outras palavras, a impressão 4D seria capaz de se adaptar e mudar conforme o tempo. Uma prótese feita com a tecnologia poderia, por exemplo, acompanhar as mudanças do corpo humano. Mas, é bom conter os ânimos: os estudos ainda são experimentais e podem demorar para virar realidade.



De acordo com a equipe de cientistas que conduz os estudos acerca da tecnologia, a inspiração para o novo método partiu da forma como as plantas se transformam ao longo do tempo a partir de estímulos externos como luz solar, temperatura e umidade.

Apesar de a tecnologia ser considerada inovadora, o conceito de impressão 4D já existe e foi apresentado pelo professor do MIT Skylar Tibbits em uma conferência TED em 2013.

Via Inc.  

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ