Xiaomi Fotrune Global 500

Xiaomi entra pela primeira vez na lista Fortune Global 500

Bruna Lima, editado por Rafael Rigues 22/07/2019 14h56
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A empresa é a mais jovem a aparecer na lista das 500 maiores corporações do mundo.

A Xiaomi Corporation tornou-se hoje (22/07) a mais jovem empresa a aparecer na Fortune Global 500, um ranking anual das 500 maiores corporações do mundo. A empresa chinesa está na 468ª posição na lista, com uma receita de US $ 26.443,50 milhões e um lucro líquido de US $ 2.049,10 milhões no ano fiscal anterior.


“A Xiaomi levou apenas nove anos para aparecer na lista Fortune Global 500, um marco pelo qual devemos um grande agradecimento a todos os nossos Mi Fans e usuários por seu apoio inabalável. Somos também a empresa mais jovem da lista, um recorde do qual nos orgulhamos e teremos em mente enquanto buscamos um outro nível em nossa jornada de expansão global”, disse Lei Jun, Fundador e CEO da Xiaomi.

A jornada da Xiaomi começou em 2010, quando a Lei Jun, juntamente com seis sócios, fundou a empresa na China. Pouco depois disso, em 16 de agosto de 2010, ela lançou oficialmente seu primeiro produto, o software MIUI, uma versão modificada do Android com vários recursos extras que se assemelhava ao iOS da Apple em termos de aparência. Mas a empresa logo mudou seu foco para o hardware com seu primeiro smartphone em agosto de 2011 e rapidamente ganhou participação de mercado na China para se tornar a maior empresa de smartphones do país em 2014.

Desde então, a Xiaomi se tornou global, tendo a Índia como um de seus destinos mais importantes. A empresa também foi mencionada anteriormente na lista Fortune's China 500 pela primeira vez em junho, ficando em 53º lugar.

Em março de 2019, a ela havia se tornado a quarta marca de smartphones do mundo em termos de volume de vendas, de acordo com um relatório da IDC. Na Índia, a Xiaomi atualmente domina os volumes de vendas em grande parte graças a suas ofertas como o Redmi 6A, o Redmi 5A, o Redmi Note 5 Pro e o Redmi Note 6 Pro. E vem mantendo uma alta taxa de crescimento na Europa Ocidental, menos de dois anos após sua entrada oficial na região.

Via: Gizchina

 

Tecnologia China empresa xiaomi smartphone
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você