Youtuber que gravou cadáver não vai mais receber dinheiro de anúncio no YouTube

Logan Paul é um dos youtubers mais famosos do mundo. Seu canal tem mais de 16 milhões de assinantes e seus vídeos costumam ter milhões de visualizações. Ele entrou em uma grande polêmica no começo do ano, quando filmou e postou em seu canal um vídeo que mostrava um cadáver em uma floresta japonesa conhecida como "floresta do suicídio".

Agora ele enfrenta um problema ainda maior do que toda a repercussão negativa do vídeo com o cadáver: o YouTube vai parar de monetizar os vídeos de Paul por causa do comportamento do youtuber em diversas de suas criações.

De acordo com o The Verge, o vídeo com o cadáver não foi o único motivo para a restrição a publicidade no canal de Paul. Ele também incentivou seguidores a ingerirem uma cápsula de sabão líquido, tirou um peixe de um lago para fingir que estava prestando primeiros socorros a ele, e atacou um rato morto com uma arma de choque.

A nova punição a Logan é bem mais severa do que a anterior. Após a divulgação do vídeo com o cadáver, o youtuber foi removido do programa "Google Preferred", que impulsiona canais populares a annciantes, e também teve projetos de séries originais na plataforma YouTube Red encerrados.

Agora, no entanto, ele não pode mais receber dinheiro vindo da publicidade do YouTube, o que deve pesar bastante no seu bolso: analistas estimam que ele ganhe até US$ 1,2 milhão por mês em receita de publicidade com seu canal. Além disso, ele também ganha dinheiro com promoção de uma linha de roupas e anúncios de produtos em seus próprios vídeos, e essas receitas não foram afetadas pela decisão do YouTube.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ