Anonymous começa operação hacker contra as Olimpíadas do Rio

O grupo de ativistas virtuais Anonymous deu início a operação “OlympicHacking”, que visa atacar empresas e órgãos ligados de alguma forma com a competição esportiva que acontece no Rio de Janeiro. O Olhar Digital já havia antecipado a operação com exclusividade no início de julho.

Na época, um hacker que havia atuado nas invasões da Anatel – não confirmada pelo órgão – e do Ministério Público do Mato Grosso do Sul, nos revelou que o objetivo da ação era “desfazer esse vínculo de glamour, honra e patriotismo, criado pelo marketing da competição”.

Pelas redes sociais, o grupo confirmou o início dos ataques contra as instituições ligadas à competição. Os ativistas também tentaram retirar do ar o site oficial do evento, mas ele permanece online.

O motivo do ataque deve-se ao fato de que, na visão do Anonymous, o evento vende uma falsa felicidade e um falso sentimento de patriotismo. O grupo também critica a verba gasta com o evento afirmando o que o dinheiro poderia ser melhor aproveitado se gasto em saúde e educação.