53% dos brasileiros trabalham de casa com frequência, diz estudo

A Dell e a Intel divulgaram hoje os resultados do estudo Future Workforce Study, realizado a pedido delas pela empresa de pesquisas Penn Schoen Berland. O estudo revelou que 53% dos brasileiros realizam tarefas profissionais de casa em algum período da semana, contra uma média global de 34% dentre os 3,8 mil profissionais consultados em dez países. 

Vinte e quatro por cento dos entrevistados ainda afirmaram que trabalham de casa todos os dias. Essa flexibilidade de não precisar ir ao escritório foi vista como positiva pelos profissionais. 38% disseram ser capazes de se concentrar melhor em casa, 36% relataram benefícios no equilíbrio entre a vida pessoal e laboral, e 29% afirmaram que se tornaram mais produtivos por não precisar perder tempo se deslocando para o trabalho.

Por outro lado, os profissionais ainda percebem uma falta de suporte técnico da empresa quando optam por trabalhar de casa. 31% dos entrevistados disseram que a companhia dá total suporte técnico nessa situação, e 50% concordaram apenas em parte.

Mudança da relação com o trabalho

Cinquenta e um por cento dos brasileiros ainda afirmaram que a tecnologia facilita em muito o trabalho, contra uma média global de 34%. Apesar disso, a maioria (55%) ainda prefere conversas pessoais face-a-face para se comunicar com relação a questões de trabalho. Apenas 7% disseram preferir o telefone e outros 7% optaram pelo vídeo.

Essa porcentagem, no entanto, pode mudar no futuro. Isso porque 60% dos entrevistados concordaram que a disseminação do trabalho remoto e o aprimoramento das tecnologias de comunicação a distância tendem a tornar a interação face-a-face obsoleta no futuro.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ