Amazon lança concorrente do YouTube

A Amazon lançou, nesta terça-feira, 10, um concorrente para o YouTube. Batizado de AVD (Amazon Video Direct) a plataforma pretende ser uma espécie de "self-service" para os criadores de vídeo.

Em um movimento direto contra o YouTube, o programa permitirá que os criadores ganhem dinheiro com royalties e publicidade dos vídeos que são carregados com base em minutos transmitidos.

Embora a empresa afirme que o serviço é destinado para criadores de vídeos profissionais, os únicos requisitos são ter um vídeo em HD e com legendas. O processo é semelhante ao Kindle Direct Publishing, que permite que autores publiquem e-books diretamente na Amazon.

Os criadores de vídeo serão capazes de escolher como o seu conteúdo ficará visível no serviço, além de ter a opção de permitir que as pessoas transmitam, baixem, aluguem ou comprem os vídeos.

"Pela primeira vez, há uma opção de autosserviço para provedores de vídeos para conseguir colocar o conteúdo em um serviço streaming de assinatura premium", disse Jim Freeman, vice-presidente da Amazon Video, em um comunicado.

De acordo com a empresa, será distribuído aos criadores um bônus mensal de US$ 1 milhão de dólares em fundos, com base nos 100 melhores vídeos do período, além de qualquer outra receita obtida.

A Amazon também fez uma parceria com as editoras e organizações de notícias, como Business insider, The Guardian, Mashable, Conde Nast, entre outros, para tornar seu conteúdo disponível para assistir na Amazon Video.

Via Business Insider

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ