Amazon supera Microsoft e se torna a terceira empresa mais valiosa do mundo

A Amazon ocupa a posição de terceira empresa mais valiosa do mundo, segundo informações do The Seattle Times. A empresa, que agora conta com um valor de mercado de US$ 702,5 bilhões ultrapassou a Microsoft pela primeira vez e está mais perto da Apple e da Alphabet, empresa-mãe do Google.

Na última quarta-feira, 14, as ações da companhia fecharam com alta de 2,6%, enquanto as da Microsoft, que agora ocupa o quarto lugar, tiveram alta de 1,6% – totalizando um valor de mercado de US$ 699,2 bilhões. A Apple, por sua vez, possui um valor de US$ 849,2 bilhões; já a Alphabet tem US$ 744,8 bilhões.

Ao longo dos últimos três anos, a Amazon quase quadruplicou o seu valor. Em julho de 2011, por exemplo, a empresa tinha um valor de mercado de US$ 100 bilhões, subindo para US$ 500 bilhões em outubro de 2017. Isso contribuiu para que o seu fundador e CEO, Jeff Bezos, se tornasse o homem mais rico do mundo, ocupando o lugar de Bill Gates. 

Reprodução

Quando a empresa abriu o seu capital em maio de 1997, seu valor de mercado era de US$ 560 milhões – pouco quando comparado com os US$ 140 bilhões que a Microsoft tinha no mesmo período. Vale lembrar que ambas as empresas sofreram quedas bruscas com a Bolha da Internet no início dos anos 2000.

Desde então, a Amazon expandiu o seu negócio inicial de e-commerce de livros para varejo online e depois para prestação de serviço de armazenamento em nuvem, entregas e streaming de vídeos, compras de supermercados, além do desenvolvimento da assistente virtual Alexa.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ