GVT e Telefônica

Anatel aprova venda da GVT para a Telefónica

Leonardo Pereira 23/12/2014 09h57
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A Agência Nacional de Telecomunicações informou nessa segunda-feira, 22, que a Telefónica pode comprar a GVT, mas instituiu algumas condições para que o negócio seja tocado adiante.

Em primeiro lugar, a Telefónica terá de sair do capital da Telecom Italia em 18 meses. A Telecom controla a TIM com 14,7% de participação; com a cisão da Telco, que controla a Telecom, a Telefónica se tornaria maior acionista da empresa por trás da Tim.

Só que, no Brasil, a Telefónica já responde pela Vivo, então a empresa espanhola se tornaria dona de duas grandes operadoras brasileiras, além da GVT. Com a determinação da Anatel, a Telefónica tem 18 meses para entregar seus direitos políticos na gestão da Telecom, deixando de ter poder sobre a Tim.

Ações que os espanhóis possuem da Telecom serão transferidas para a francesa Vivendi, que controla a GVT, mas esta etapa da negociação ainda terá de ser submetida a aprovação. A Anatel já aprovou, entretanto, a entrada da Vivendi no capital da Telefônica Brasil, além do pagamento de 4,66 bilhões de euros pela operadora de banda larga.

Com informações da Reuters.

Telefônica Brasil GVT operadoras
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você