Apple quer lançar Apple Pay em mais países da Europa e Ásia mais rápido

O Apple Pay está disponível somente para seis países, mas a Apple está empenhada em aumentar a sua presença nos serviços de pagamento digital em todo o mundo e de uma forma mais rápida.

"Nós estamos trabalhando rapidamente na Ásia e também na Europa, o nosso objetivo é ter o Apple Pay em cada mercado significativo em que a Apple está", afirmou Jennifer Bailey, vice-presidente do Apple Pay.

A Apple anunciou recentemente o interesse de expandir o serviço em Hong Kong, mas rumores indicam que Brasil e França também devem estar a lista. O CEO Tim Cook ainda sugeriu que a Índia é um mercado em potencial. Hoje, a plataforma já está presente em Cingapura, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália e China.

A empresa tem uma estratégia lógica de expansão: primeiro eles olham para o tamanho do mercado em relação a quantidade de consumidores dos dispositivos Apple. Depois avaliam os meios de pagamento na região, como penetração de cartões de débito e crédito.

O sudeste asiático ainda é um problema, pois na região, os aparelhos mais em conta que rodam o sistema operacional Android dominam o mercado. Mesmo assim, Bailey revelou que o serviço atingiu três milhões de usuários dentro dos seus três primeiros dias na China, enquanto que, em geral, a média é de uma adição de um milhão de novos usuários por semana em todo o mundo.

Via TechCrunch

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ