Cai número de reclamações dos brasileiros sobre telecom, segundo Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou queda nas reclamações dos brasileiros em relação aos serviços de empresas de telefonia, internet e TV por assinatura. No mês de junho de 2017, a organização recebeu 276,8 mil reclamações – o que representa uma queda de 14,1% na comparação com o mesmo período de 2016. 

Entre janeiro e junho de 2017, foram registradas 1,77 milhão de reclamações – uma quantia 13,5% menor que as 2,04 milhões do primeiro semestre do ano passado. Todos os seis primeiros meses do ano apresentaram queda.

Segundo os dados, todos os serviços, com exceção de TV por assinatura, registraram uma diminuição no número de queixas. A telefonia móvel, que tende a ser a campeã no ranking de insatisfação dos consumidores, teve 131,6 mil queixas (uma queda de 15,6%), seguida por telefonia fixa, com 60 mil reclamações (-21,9%), e banda larga fixa, com 42 mil (-10,4%). Já a TV por assinatura apresentou 41,2 mil reclamações, o que representa uma alta de 1,9%.

As reclamações sobre cobrança lideraram o total das queixas recebidas pela agência nos serviços de telefonia móvel pós-paga (51,93%), TV por assinatura (49,37%) e telefonia fixa (37,29%).

Além disso, todas as prestadoras de telefonia móvel apresentaram redução no número de reclamações. A Tim foi a que apresentou a maior diminuição e registrou 43,7 mil reclamações em junho de 2017 (queda de 2,6%), seguida pela Vivo, com 32,2 mil (-20,4%), Claro, com 29,9 mil (-12,9%), Oi, com 16 mil (-33,4%), e Nextel, com 9,4 mil reclamações (-22,1%).

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ