Campus Party Recife pode não acontecer por falta de verbas

A quinta edição da Campus Party Recife pode ser cancelada por falta de verba. Desde março já estava sendo questionado a possibilidade de o evento acontecer e, no começo desta semana, o idealizador da feira, o espanhol Paco Ragageles, publicou uma mensagem sobre o assunto no Twitter com um emoticon triste; antes disso, ele já tinha postado outras mensagens sobre a possibilidade de cancelar a feira.

Além da falta de patrocinadores – a Telefônica Vivo, um dos principais patrocinadores do evento, não estará presente na próxima edição –, o Governo de Pernambuco e Prefeitura de Recife informaram que não têm brechas no orçamento este ano para organizar a feita de tecnologia e empreendedorismo.

O deputado estadual Edilson Silva (PSOL) anunciou o apoio de R$ 400 mil para auxiliar no custeio da feira. O objetivo seria de “reduzir o impacto” do evento deste ano sobre as contas do Estado e da Prefeitura. Ele já vem tocando neste assunto desde março, quando fez um apelo para que o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, garantissem a realização da CP. 

Por meio de nota, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado informou que o Governo ainda não tem uma posição definida em relação à realização da Campus Party em Pernambuco.

 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ