Comissão Europeia investiga Google por possíveis práticas anticompetitivas

Em um discurso feito hoje numa conferência na Holanda, a comissária antitruste da comissão europeia, Margrethe Vestager, informou que o órgão está "investigando atenciosamente os contratos do google com operadoras e fabricantes de smartphones que usam seu sistema operacional Android".

De maneira mais específica, a Comissão acredita que a empresa aproveita o sistema operacional dos dispositivos para promover seus próprios aplicativo. Essa prática dá a aplicativos como o Gmail e o Google Tradutor (por exemplo) uma vantagem desleal sobre aplicativos com funções semelhantes.

"Nossa preocupação é que, ao exigir das fabricantes e operadoras que pré-instalem um conjunto de aplicativos do Google, em vez de deixá-las decidir quais aplicativos instalar, o Google pode ter cortado uma das principais maneiras por meio das quais novos aplicativos podem chegar a seus clientes", disse Vestager.

Resposta

O Google enviou um comentário sobre o caso ao TechCrunch se posicionando sobre a situação: "Qualquer um pode usar o Android com ou sem aplicativos do Google. Produtores de hardware e operadoras podem decidir como usar o Android e consumidores têm a última palavra sobre quais aplicativos querem usar em seus dispositivos. Nós continuamos a discutur isso com a Comissão Europeia".

A Comissão Europeia é o braço executivo da União Europeia e, entre outras atividades, é o órgão responsável pela regulamentação das práticas comerciais da região. A Comissão já investigou (ou está investigando) outras gigantes de tecnologia por conta de práticas anticompetitivas, tais como a IBM, a Apple e a Amazon. O órgão também já recomendou aos cidadãos da Europa que apaguem suas contas do Facebook para proteger a privacidade de seus dados. 

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ