Desenvolvedora do Ubuntu anuncia tablet que "vira" desktop

A Cacnonical, empresa responsável pelo Ubuntu, anunciou ontem o primeiro tablet a vir de fábrica com seu sistema operacional - uma das distribuições mais populares de Linux. Trata-se de uma versão modificada do tablet Aquarius M10 da empresa espanhola BQ.

O dispositivo possui uma tela de 10,1 polegadas, com resolução 1280x800 píxels, um processador MediaTek quad-core de 1,5 GHz e 2GB de RAM. Sua característica mais notável, porém, é que ele pode funcionar como um computador tradicional ao ser conectado a um mouse e teclado (e monitor, se o usuário julgar necessário).

O sistema operacional do aparelho se adapta às situações de uso: enquanto ele estiver sendo usado como tablet, a navegação é feita por meio de toques em sua tela. Ao ser conectado aos periféricos, porém, ele se torna quase idêntido ao Ubuntu para desktops.

A funcionalidade é semelhante à que a Microsoft promete oferecer com seus smartphones Windows 10 Mobile. Caso se prove realmente utilizável, ela é bastante promissora: ela permitiria manter todos os arquivos e aplicações em um único dispositivo, que poderia ser conectado a telas diferentes (ou usado separadamente) ao longo do dia, de acordo com as necessidades dos usuários. 

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ