Estudo: em 2020, 50% dos profissionais farão home office

Um estudo realizado pela empresa de software Citrix mostra que nos próximos anos a tecnologia deve modificar o mercado de trabalho mundial, melhorar as relações de trabalho e consolidar tendências que já existem, mas ainda são vistas com certo receio. De acordo com a pesquisa, até 2020, 50% dos profissionais trabalharão de casa, seguindo os padrões legais e o número de freelancers deve continuar crescendo.

Profissionais autônomos

De acordo com um levantamento realizado pelo site Freelancer, entre 2012 e 2015 o número de usuários brasileiros cadastrados passou de 17 mil para 235 mil. E a estimativa é de que esse número continue crescendo. A queda na oferta de empregos por conta da situação econômica atual, a necessidade de ter controle sobre o próprio tempo e poder escolher onde, como e para quem trabalhar, além da chance de aumentar o rendimento mensal são apontados como alguns dos motivos para o crescimento no número de profissionais autônomos.

Home office

Outra tendência que deve crescer nos próximos anos é o trabalho remoto. De acordo com o estudo, em 2020 metade da força de trabalho será remota e dentro dos padrões legais. Uma pesquisa realizada recentemente pela PwC e pela FGV aponta que 64% das empresas brasileiras desejam oferecer a possibilidade de trabalho remoto a seus funcionários, mas não o fazem por receio de problemas legais. 

Home office vale a pena?


Saiba mais sobre as novas versões do Office clicando aqui e aumente a sua produtividade ao trabalhar em casa.

Vai às compras na BlackFriday? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ