EUA e China estariam próximos de chegar a um acordo para salvar ZTE

Os governos dos Estados Unidos e da China estão próximos de chegar a um acordo que vai permitir à fabricante chinesa ZTE retomar suas atividades comerciais. A empresa anunciou o fim das operações no começo do mês devido a um bloqueio determinado pelo governo dos EUA que impediu a empresa de importar produtos norte-americanos.

De acordo com o Wall Street Journal, a situação está bem perto de ser solucionada, mas ainda não é certeza de que de fato será resolvida.

Os Estados Unidos devem derrubar o veto às negociações entre empresas norte-americanas e a ZTE, o que permitira à fabricante retomar a compra de componentes e softwares feitos nos Estados Unidos.

Para que isso ocorra, a ZTE deve ter mudanças no comando, com a substituição de diversos gerentes e diretores. Além disso, a fabricante chinesa deve pagar multas ao governo dos EUA.

A ZTE foi proibida de negociar com empresas dos Estados Unidos por ter enviado equipamentos norte-americanos para Irã e Coreia do Norte ilegalmente. O bloqueio determinado pelos Estados Unidos prejudicou profundamente as operações da empresa, que não poderia, por exemplo, usar o Android mais em seus celulares.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ