Fechado para balanço: IBM corta vagas de emprego

A IBM está diminuindo seu número de funcionários uma semana após a CEO Ginni Rometty anunciar que contratou 70 mil pessoas no último ano, sem especificar o número de demissões.

De acordo com o site Fortune, os cortes já eram esperados, uma vez que a empresa costuma reduzir custos em seu primeiro trimestre fiscal – época em que é feito um balanço na companhia. Porém, desta vez as demissões devem ser mais dolorosas para os empregados que participam da demissão voluntária.

Alterações recentes no programa de desligamento preveem que os pacotes de benefícios para os participantes serão cortados de seis meses para um mês.

Postagens anônimas no site Layoff.com revelam que as demissões estão ocorrendo de forma ampla. O ex-funcionário Lee Conrad, que tem uma página no Facebook para comentar as ações da IBM, também afirma que está acontecendo um grande corte, embora não tenha certeza do número de funcionários que foram perdidos.

Ao ser questionada, a IBM disse que está transformando agressivamente o seu negócio para liderar uma nova era de computação cognitiva e na nuvem. O porta-voz ainda reiterou a quantidade de pessoas que foram contratadas no ano passado e acrescentou que a empresa tem mais de 25 mil posições em aberto.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ