Olhar Digital Pro

Note 5, S6 Edge Plus

Galaxy Note 5 e Galaxy S6 Edge Plus x rivais: veja a comparação

Gustavo Sumares, editado por Marcelo Gripa 13/08/2015 15h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A Samsung anunciou hoje dois novos smartphones tops de linha, o Galaxy Note 5 e o Galaxy S6 Edge+. Os dois aparelhos atualizam a linha Galaxy da empresa, pegando o que o S6 e ou S6 Edge tinham de bom e levando ainda mais longe.

No entanto, em meio a tantos detalhes de megapíxels, gigahertz e miliamperes-hora, pode ficar dificil saber exatamente quão bons são os lançamentos da Samsung. Embora os novos dispositivos sejam os melhores da empresa, como eles se comparam com os aparelhos de ponta de outras fabricantes?

Abaixo, comparamos os novos Galaxy Note 5 e Galaxy S6 Edge+ com os melhores dispositivos da Asus, Apple, LG, Motorola e Sony, para saber como eles se encaixam no mercado. Comparamos eles também com o S6 e o S6 Edge, para saber o que a Samsung mudou de seus últimos tops de linha até hoje.

Abaixo, duas tabelas comparam os novos modelos com os tops de linha das outras fabricantes e com o S6. Em seguida, falamos com mais detalhes sobre as comparações:

 

Galaxy Note 5 e S6 Edge +

Galaxy S6

Asus Zenfone 2

Sony Xperia Z3+

Processador

System-on-chip Exynos 7420 octa-core 64-bits

System-on-chip Exynos 7420 octa-core 64-bits

Intel Atom Z3580 quad-core 2,3GHz

Snapdragon 810 2GHz octa-core 64-bits

RAM

4 GB

3 GB

4 GB

3 GB

Tela

5,7’ AMOLED 2560x1440 (com laterais curvas no S6 Edge+)

5,1’ AMOLED 2560x1440

5,5’ IPS 1920x1080

5,2’ IPS 1920x1080

Câmera

16 MP traseira, 5 MP frontal

16 MP traseira, 5 MP frontal

13 MP traseira, 5 MP frontal

20,7 MP traseira, 5 MP frontal

Memória

32, 64 ou 128GB, sem slot para cartão microSD

32, 64 ou 128GB, sem slot para cartão microSD

16, 32 ou 64GB com slot para cartão microSD de até 128GB

32GB com slot para cartão microSD de até 128GB

Bateria

3000 mAh

2550 mAh

3000 mAh

2930 mAh

Sistema operacional

Android 5.1.1

Android 5.0

Android 5.0

Android 5.0


 

Galaxy Note 5 e S6 Edge +

Moto X Style

LG G4

iPhone 6 Plus

Processador

System-on-chip Exynos 7420 octa-core 64-bits

Snapdragon 808 hexa-core 1,8GHz

Snapdragon 808 hexa-core 1,8GHz

Apple A8 dual- core 1,4GHz 64-bits

RAM

4 GB

3 GB

3 GB

1 GB

Tela

5,7’ AMOLED 2560x1440 (com laterais curvas no S6 Edge+)

5,7’ TFT 2560x1440

5,5’ IPS LCD 2560x1440

5,5’ LED IPS 1920x1080

Câmera

16 MP traseira, 5 MP frontal

21 MP traseira, 5 MP frontal

16 MP traseira, 8 MP frontal

8 MP traseira, 1,2 MP frontal

Memória

32, 64 ou 128GB, sem slot para cartão microSD

16, 32 ou 64GB com slot para cartão microSD de até 128 GB

32GB com slot para cartão microSD de até 128GB

16, 64 ou 128GB sem slot para cartão microSD

Bateria

3000 mAh

3000 mAh

3000 mAh

2915 mAh

Sistema operacional

Android 5.1.1

Android 5.1

Android 5.1

iOS 8 (de fábrica)


O que mudou do S6 para cá

Com relação ao seu smartphone anterior, as mudanças feitas pela Samsung não são tão notáveis assim. Além de 1GB a mais de RAM, a única diferença entre o S6 e os seus sucessores é, basicamente, o tamanho da tela.

É possível também que a Samsung tenha aproveitado a experiência dos usuários com o S6 e o S6 Edge para realizar pequenas mudanças de usabilidade nos novos aparelhos. Ainda assim, sem poder averiguar a digferença que esse 1GB faz no desempenho dos aparelhos, é difícil não pensar no Note 5 e no S6 Edge+ como simplesmente versões maiores do S6 e do S6 Edge.

Processador e RAM

Embora não seja possível dizer ao certo se os números se revertem, realmente, em melhor desempenho, no papel pelo menos os novos modelos da Samsung são altamente competitivos. O único outro modelo a trazer 4GB de RAM foi o Zenfone 2, e, em termos de processador, o do Note 5 e do Galaxy S6 Edge + não fica devendo nada a ninguém.

Ainda é necessário esperar para ver como os novos aparelhos se sairão em benchmarks e em situações de uso intenso. Se, no entanto, eles mantiverem o padrão estabelecido pelo S6 e pelo S6 Edge, não devem fazer feio.

Display

O S6 Edge + traz as tradicionais bordas curvas da série Edge, que, embora possuam apenas algumas funcionalidades práticas, não deixam de ser um diferencial em termos de design.

Isso afora, os aparelhos comparados se dividem claramente em duas categorias em termos de display: os resolução quadHD (2560x1440) e os com com resolução Full HD (1920x1080), e as novidades da Samsung ficam na primeira categoria.

O fato de que eles são os únicos com telas AMOLED (tirando, é claro, o próprio S6) também ajuda a lhes dar um belo diferencial. A tecnologia promete, além de oferecer pretos mais profundos, aliviar um pouco a bateria - o que, hoje em dia, nunca é demais.

Câmera

A câmera do iPhone 6 Plus, com apenas 8 MP, é a prova de que nem tudo são megapíxels quando falamos em qualidade de imagem. Isso afora, os sensores das câmeras do Note 5 e do S6 Edge+ não parecem ficar atrás dos demais tops de linha, embora o destaque continue sendo o G4, com abertura de f1.8 e controle manual de tempo de exposição.

Os dois dispositivos gravam vídeo em 4K a 30 quadros por segundo, e em 1080p a 30 quadros por segundo com a câmera frontal, então dificilmente deixarão algum usuário na mão com relação a necessidades de registro visual.

No entanto, muitos dos aparelhos comparados acima têm sensores tão potentes quando os dos novos da Samsung, ou mais. Resta ver como os novos modelos se saem no uso cotidiano.

Armazenamento

Infelizmente, a Samsung manteve a decisão de design do S6 e do S6 Edge e não incluiu um slot para cartão microSD em seus novos modelos. Ainda que seja possível argumentar que hoje em dia o armazenamento local não seja tão necessário, com tantos serviços de streaming e de armazenamento na núvem disponíveis, a medida não deixa de parecer um retrocesso.

Isso posto, as opções disponíveis (32GB, 64GB e 128GB) não parecem inadequadas ou destoam do comum para o mercado. Mesmo um modelo de 32GB deve se adequar a um padrão mediano de uso, contando que sejam tomados alguns cuidados para não encher o smartphone de aplicativos ou vídeos pesados.

Bateria

A tela é um dos principais vilões das baterias, então faz todo o sentido que a Samsung tenha dado aos seus modelos maiores uma bateria maior. Ainda é necessário ver como os dispositivos se sairão no uso cotidiano, mas, a julgar apenas pelas especificações técnicas, é provável que eles sigam o padrão dos smartphones atuais e durem praticamente um dia.

Vale notar também, no entanto, que o Note 5 e o S6 Edge+ serão compatível com uma tecnologia de carregamento rápido sem fio que promete carregar completamente a bateria em duas horas. Se essa função realmente funcionar como prometido, será um diferencial importante.

Software

Com a exceção óbvia do iPhone 6 Plus, todos os smartphones comparados rodam Android, e mesmo os que não vêm de fábrica com a versão mais recente podem ser atualizados para a última versão do sistema operacional do Google. É provável que os novos aparelhos da Samsung, porém, por terem sido lançados agora, receberão atualizações por mais tempo.

Tanto a Samsung quanto a LG, a Sony, a Asus e a Motorola fazem modificações ao Android de seus dispotivos. A Motorola, por ser a que oferece a versão mais “pura” do sistema operacional do Google, merece destaque. As demais oferecem o Android com uma série de programas pré-instalados que podem ser tanto interessantes quanto completamente inúteis.

Mas isso, na maioria dos casos (com exceção talvez das leves modificações da Motorola e da enorme quantidade de “bloatware” com que a Asus entulha seus aparelhos), depende do gosto pessoal do usuário.

Design

Aqui, novamente, a questão é bastante pessoal. O S6 Edge+ tem o óbvio diferencial das bordas curvas, que o tornam imediatamente identificável - para o bem e para o mal. O iPhone 6 Plus também possui o design característico da Apple. O Note 5, por outro lado, se encaixa no padrão estabelecido pelos outros aparelhos.

As telas dos novos da Samsung são as maiores dentre os tops de linha: apenas o Moto X Style se iguala às 5,7 polegadas dos dispositivos. Embora eles tenham resolução de sobra para fazer bonito em uma tela desse tamanho, isso pode ser um problema para usuários com mãos pequenas.

Com relação ao acabamento, se os novos aparelhos mantiverem o padrão estabelecido pelo S6 e pelo S6 Edge, estarão muito bem. Eles podem não ter algumas das amenidades notáveis como as capinhas trocáveis dos smartphones da Motorola ou a opção de acabamento em couro do G4, mas tampouco fazem feio.

Conclusão

Com exceção das bordas curvas do S6 Edge+, que o diferenciam imediatamente dos outros aparelhos, não há nada nas especificações internas das novidades da Samsung que esteja muito além do que o mercado já oferece.

Isso posto, os dispositivos parecem bastante competitivos. Em todos os quesitos, eles oferecem características que os colocam tranquilamente entre os melhores da categoria. Nada na tabela de comparações aparece imediatamente como uma fraqueza.

A verdadeira prova dos novos dispositivos, no entanto, ainda está por vir. Resta saber quanto custarão, como se sairão no mercado e, o mais importante, que impressão causarão em seus usuários.

iPhone Mercado Apple Smartphones Sony Motorola Samsung LG Asus Apple x Samsung moto x motorola iphone 6
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você