Google demite 9,1 mil no 2º trimestre

Fraco desempenho da Motorola Mobility explica corte em massa

Marcelo Gripa 19/07/2013 13h45
Google Alemanha
A A A
No mesmo relatório em que reportou aumento no lucro e na receita do segundo trimestre, o Google informa que cortou 9,1 mil empregos globais durante o período.

Entre janeiro e março deste ano, a base de funcionários que trabalham em período integral era de 53,8 mil, sendo que 38,7 mil prestavam serviço para a companhia e outros 15,1 mil para os departamentos Mobile e Home da Motorola.

Nos três meses seguintes, finalizados em 31 de junho, o número caiu para 44,7 mil, 40,1 mil deles atuando no Google e 4,6 mil na Motorola Mobile. Em meio à maciça demissão nas áreas em que a Motorola atua, a companhia de buscas incorporou 1,5 mil funcionários para sua operação.

Resultados

O Google reportou ontem lucro de US$ 9.56 por ação (total de US$ 3.2 bilhões), aumento de 16% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a receita da empresa cresceu 19%, chegando a US$ 14 bilhões. A expectativa do mercado era de que a receita da companhia atingisse US$ 14.4 bilhões.

A grande decepção do mercado foi a queda nos preços de publicidade móvel. O 'custo por clique' (CPC), ou, preço que os anunciantes pagam cada vez que alguém clica em um anúncio dentro do buscador, caiu 6% em relação a 2012. Já na comparação trimestral houve uma queda de 4%. A previsão dos analistas era mais otimista: queda de apenas 3% no CPC.

Comprada em 2012, a Motorola continua dando prejuízo à companhia. A fabricante perdeu US$ 342 milhões, contra US$ 272 milhões no último trimestre. Segundo fontes, apesar das perdas, o Google continuará a investir na companhia.
Google Motorola
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você