Google Search Busca

Google lança ferramenta para ajudar a confirmar veracidade de informações

Gustavo Sumares 14/10/2016 10h10
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Durante os períodos que antecedem eleições, os candidatos muitas vezes usam dados imprecisos durante suas campanhas ou debates para se favorecer diante de seus oponentes. A internet pode ajudar imensamente a verificar quais desses dados são verdade e quais não são, e foi pensando nisso que o Google lançou ontem um recurso de verificação de dados para a sua sessão de notícias.


Segundo Richard Gingas, o diretor de notícias do Google, o buscador passará a marcar notícias e artigos de apuração de informações em seus resultados. Páginas dedicadas a conferir a veracidade de informações ditas em tempo real - por exemplo, por candidatos durante um debate eleitoral - serão marcadas com o rótulo "Fact Check" nos seus resultados de busca.

Conforme o Lifehacker aponta, isso não significa que o Google em si está verificando as informações; apenas que o algoritmo do buscador identificou que aquela página está fazendo uma verificação precisa. Para fazer isso, o algoritmo usa um processo bem estabelecido chamado de Claim Review.

Esse processo tem duas partes, segundo o The Next Web: primeiramente, ele procura por marcadores do próprio site (colocados pelos autores) que indiquem que aquele artigo oferece verificação de informações. Em seguida, ele usa uma série de critérios para avaliar a qualidade de informações apresentadas. Isso permite que o buscador de notícias do Google relacione as notícias de apuração a eventos ao vivo.

Eleições

O Google não associou diretamente o lançamento de sua nova ferramenta à proximidade das eleições dos Estados Unidos. No entanto, conforme o The Verge aponta, ela chega em meio a uma corrida presidencial estadunidense marcada por desinformação e mentiras, mais descaradamente por parte do candidato republicano Donald Trump.

Trata-se, portanto, de uma medida importante. No entanto, o Guardian ressalta como problemático o fato de que o Facebook não tenha adotado uma medida semelhante. Uma pesquisa do Pew Center com público dos EUA mostrou que a rede social é a principal fonte de informação para pessoas com idade entre 18 e 24 anos. Mesmo assim, seu algoritmo continua a promover notícias falsas entre as suas "Tendências".

Por enquanto, esse recurso só está disponível para os domínios news.google.com e para os aplicativos Google News dos EUA e do Reino Unido. No entanto, é provável que ele chegue ao Brasil até as eleições de 2018.

Google Jornais Política eleições tecnologia da informação
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você