Google pode comprar a fabricante de celulares HTC, indicam rumores

O Google pode estar prestes a comprar uma nova fabricante de celulares, segundo rumores. A escolhida seria a HTC, uma companhia taiwanesa que anda mal das pernas e, em agosto, apresentou o seu pior resultado financeiro em 13 anos. Ambas já são velhas parceiras, tendo a montadora asiática sido responsável pela fabricação do primeiro Android comercial, o Nexus One, e mais recentemente do Google Pixel.

O drama vivido pela HTC no mercado de smartphones já se arrasta por alguns anos e o mais recente top de linha da empresa, o HTC U11, pouco mudou a situação. Em agosto, os lucros da fabricante foram de cerca de US$ 100 milhões (aproximadamente R$ 310 milhões), marcando um declínio anual de 54%. A queda foi muito maior do que previam os investidores, fazendo com que a cotação da companhia despencasse 6,6% em um dia.

Diante da situação adversa, a HTC já estaria em conversas para vender o seu setor de realidade virtual, a Vive VR. No entanto, com o agravamento da crise, é possível que a companhia seja vendida como um todo. É aí que entra o Google que, segundo o jornal Commercial Times, estaria bastante interessado em adquirir as operações de smartphones ou fazer um grande investimento na HTC.

Essa não seria a primeira vez que a gigante de buscas compraria uma fabricante de celulares. Em 2012, o Google comprou a divisão de smartphones da Motorola, dando início às linhas Moto X e Moto G, populares até hoje ao redor do mundo. Dois anos mais tarde, a Motorola foi revendida para a Lenovo e a dona do Android seguiu apenas com os Nexus e, mais recentemente, os Pixels.

Considerando o histórico de parcerias entre o Google e a HTC, a compra da empresa taiwanesa não seria totalmente inesperada. A fabricante poderia dar à gigante de buscas mais controle sobre todos as etapas de fabricação dos seus aparelhos Pixel tal qual a Apple faz com o iPhone e o iOS. A HTC, contudo, não quis comentar os rumores publicados pelo Pocketnow.





RECOMENDADO PARA VOCÊ