Google pode investir R$ 2 bilhões para ter telas da LG em seu próximo celular

A agência de notícias Reuters revelou nesta segunda-feira, 10, que o Google pode fazer um investimento pesado em produtos da fabricante coreana LG. A empresa teria oferecido US$ 880 milhões - equivalente a mais de R$ 2 bilhões, em conversão direta - à divisão de telas e painéis da LG.

O objetivo seria o de garantir com a coreana um estoque maior de telas OLED flexíveis para o seu próximo smartphone, chamado provisoriamente de Pixel 2. Afinal, o Google teve sérios problemas para atender à demanda pelo primeiro Pixel nos EUA, especialmente devido à falta de componentes.

A oferta de US$ 880 milhões não seria exatamente pela compra de telas OLED, segundo a Reuters, mas sim uma ação de "relacionamento estratégico" para garantir que a LG tenha capital suficiente para continuar produzindo os componentes de que o Google precisará na montagem do seu novo celular.

Em meio aos rumores, surgiu também uma pista sobre o sucessor do Pixel. A oferta do Google diz respeito a telas OLED flexíveis, o que indica que a empresa pode estar interessada em colocar um painel curvo no seu próximo celular - um design semelhante ao do Galaxy S8, por exemplo. Nem LG e nem Google confirmaram a negociação.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ