Pare de checar seu celular, você pode estar contribuindo com a crise econômica

Você é daqueles que ficam checando e-mail, Facebook, Twitter, Snapchat, Instagram e outras redes de comunicação no celular toda hora? Esse hábito pode estar atrapalhando o seu desempenho no trabalho.

Pesquisas mostram que a produtividade dos trabalhadores norte-americanos tem apresentado desaceleração nos últimos anos, crescendo, em média, 0,3% por ano, entre 2010 e 2015. Os economistas têm diversas hipóteses para esse fenômeno, a mais aceita é o declínio da inovação tecnológica após a crise de 2008.

No entanto, o professor de ciências da comunicação da Universidade de Georgetown, Cal Newport, culpa os aplicativos de comunicação de derrubarem a produtividade das pessoas. “O período entre 2010 e 2015 é exatamente quando o smartphone passa a ser popular e, com isso, novas expectativas sobre conectividade constante migrou para o local de trabalho”, afirma o educador.

Segundo a teoria de Newport, o cérebro humano não responde muito bem aos recursos de multitarefa e a verificação constante do aparelho celular diminui o foco na atividade principal que está sendo realizada e, consequentemente, há uma queda na produtividade.

"Só porque a conectividade constante tornou-se a abordagem padrão para o trabalho, não significa que é boa”, afirma. "Chegou a hora de dar um passo para atrás deste mundo orientado na caixa de entrada que nós criamos e se perguntar: ‘Isso faz qualquer sentido? ’".

Via Fortune

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ