Pirataria no Brasil cai e é a menor taxa da América Latina

A taxa de pirataria de softwares no Brasil caiu 3 pontos percentuais entre 2013 e 2015. O país ficou com uma taxa de 47%; apesar de estar acima da média mundial de 39%, é a mais baixa entre os países da América Latina.

Os dados são do levantamento da BSA, empresa que defende os interesses de direitos autorais de empresas como Microsoft, Autodesk e Adobe. De acordo com a pesquisa, a queda se deu por conta de campanhas de conscientização, além da expansão das vendas se softwares por assinatura.

A queda na taxa de pirataria brasileira, na verdade, é contínua. Em 2009, por exemplo, o valor era de 56%, passando para 53% em 2011, até chegar aos 50% de 2013. No ano passado, a soma do valor dos softwares não licenciados no Brasil era o equivalente a US$ 1,8 bilhão.

Mais altos e mais baixos
Os Estados Unidos é o país com a menor taxa mundial (17%), seguido de perto pela Nova Zelândia e Japão, ambos com 18%. Por outro lado, os locais com as taxas mais altas foram o Zimbábue e a Líbia, com 90% cada, seguidos pela Venezuela (88%).

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ