Hadoop, a plataforma aberta de análise de dados

Projeto mantido pelo Google, IBM, Yahoo! e outras grandes empresas de tecnologia ajuda rede de departamento norte-americana

Stephanie Kohn 17/07/2013 19h30
Big Data
A A A

O ex-diretor de tecnologia da rede norte-americana de departamento Sears, Phil Shelley, largou a companhia para se dedicar ao Big Data e, mais especificamente, a Hadoop, plataforma de código aberto para análise de dados. Segundo o Wall Street Journal, o executivo quer levar a boa experiência que teve com a tecnologia a outras corporações.

O empresário usou a plataforma na Sears para ajudar a empresa a coletar informações a partir de seus computadores mainframe. Ao rodá-la em servidores de baixo custo, a companhia foi capaz de reduzir o tempo de execução de algoritmos de preços de oito semanas para uma semana.

A pequena mudança gerou resultados positivos nos negócios da Sears. A rede conseguiu mais dinamismo na precificação e passou a oferecer ofertas personalizadas aos clientes que participam do programa de fidelidade da companhia. 

A Nasa é outro exemplo. A agência espacial americana adotou o Hadoop para lidar com grandes volumes de dados em projetos como o Square Kilometer Array, de visualização do céu. Quando entrar em funcionamento, em 2024, o telescópio vai produzir 1 milhão de terabytes de dados por dia, segundo estimativas. 

A plataforma aberta ganhou impulso como mecanismo para lidar com o conceito de Big Data em diversos segmentos, inclusive o corporativo. A tecnologia, criada em 2005 pelo Yahoo! para tratar dados não estruturados, é fomentada pela comunidade Apache e segue em constante desenvolvimento com a participação de grandes organizações do mercado como o próprio Yahoo!, Facebook, Google, IBM e Microsoft. 

Plataformas Tráfego de dados Banco de Dados inovação big data
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você