Olhar Digital Pro

Bitcoin

3 oportunidades para a Bitcoin

Stephanie Kohn 02/07/2013 18h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Próximos episódios em torno da moeda virtual podem contribuir para sua ascensão

A Bitcoin vive seu momento de fama. No último mês, seu valor aumentou consideravelmente e a mídia tradicional passou a dar destaque à moeda virtual. Nos últimos dias, outras três histórias mostram que a Bitcoin pode superar suas fraqueza - a falta de liquidez e falta de legitimidade – e se tornar uma opção alternativa ao dinheiro tradicional.

O retorno da maior corretora de Bitcoin, a Mt Gox, é um dos episódios que pode contribuir com a ascensão definitiva da moeda. A empresa japonesa que trocava Bitcoin por Dólar ou Euro foi fechada em maio pela Homeland Security, por operar sem licença, mas deve voltar em breve. A companhia está negociando sua permissão com a FinCen, divisão do Departamento de Tesouro, e caso a organização dê sinal verde, a maior fonte de liquidez da moeda voltará ao mercado.

Já os irmãos Winklevoss - famosos gêmeos que processaram Mark Zuckerberg pelo suposto plágio do Facebook – divulgaram  que planejam fazer a primeira abertura de capital da história de uma empresa que investe na Bitcoin. Neste caso, os investidores poderão apostar na moeda sem ter que comprá-la diretamente. Se o IPO for bem sucedido, o valor da Bitcoin pode aumentar e o dinheiro virtual deve desfrutar de um grau de legitimidade.

Os gêmeos possuem aproximadamente US$ 11 milhões em bitcoins, algo como 1% do capital líquido. O intuito deles com o IPO é arrecadar US$ 22 milhões com a oferta de 1 milhão de ações. Como é de praxe, as empresas têm de considerar nos documentos enviados à SEC os riscos que o negócio pode apresentar aos possíveis investidores. Como se trata não só de uma modalidade nova de empreendimento, mas também muito volátil, os irmãos Winklevoss citam entre os riscos as instabilidades trazidas por botnets e a cotação das ações da empresa serem atreladas à cotação da moeda virtual.

Por fim, uma recente notícia divulgou que a Ripple, a corretora financiada pelo Google, lançou uma nova ferramenta, chamada de ‘Bitcoin Bridge’, que vai ‘transformar’ dinheiro tradicional em Bitcoin. Se o novo serviço se popularizar, ele vai criar uma rede descentralizada que tornará a Bitcoin menos dependente de corretoras como a Mt. Gox, que estão expostas à ataques ou apreensão regulamentar, e que ameaçam todo o ecossistema da moeda quando falham. 

Dinheiro Negócios bitcoin
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você