Profissionais que ganham menos correm mais risco de perder emprego para robôs

O governo dos Estados Unidos está começando a se preocupar com os seus trabalhadores. De acordo com um relatório econômico publicado pela Casa Branca, os profissionais com os menores salários têm maiores chances de serem substituídos por robôs.

Segundo o documento, 83% das pessoas que ganham menos de US$ 20 por hora podem perder o emprego para as máquinas, enquanto aqueles que ganham até US$ 40 por hora têm 31% de chance de perder a vaga para robôs. Já os profissionais com salários acima disto tem uma probabilidade de apenas 4%.

Apesar de a automatização ter sido responsável por um crescimento de 16% na produtividade entre 1993 e 2007 e os robôs terem trazido benefícios na qualidade de vida das pessoas, a preocupação do governo é com os efeitos da troca de um trabalhador por um robô.

Com a falta de empregos, profissionais se submetendo a trabalhos com salário cada vez mais baixo e o alto custo da educação superior, a tendência é de que haja um aumento expressivo da desigualdade. O relatório ainda identifica que alguns economistas acreditam que as mudanças na tecnologia são já parcialmente responsáveis pelo aumento da desigualdade nas últimas décadas.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ