Streaming de vídeo cresce, mas não é na TV que as pessoas estão assistindo

Uma pesquisa realizada pela Ericsson mostra que entre 2011 e 2015, o número de horas que as pessoas gastam com serviços de streaming de vídeos passou de 2,9 para 6 horas por dia. Mas não é na TV que as pessoas estão assistindo aos programas: nos últimos três anos, o número de consumidores que usam o smartphone para assistir vídeos cresceu 71%.

Entre os jovens com idades entre 16 e 34 anos, os dispositivos móveis representam 53% do tempo de visualização de programas, séries e filmes. Entre os adolescentes, smartphones, tablets e notebooks correspondem a 66% do tempo total de visualização de programas.

De acordo com a pesquisa, a TV comum ainda sobrevive, em grande parte, devido a esportes e transmissões ao vivo. E quanto mais jovem a pessoa é, menos tempo ela passa na frente da TV. 40% dos entrevistados com idade entre 16 e 34 anos afirmaram que passam dias sem chegar perto do dispositivo. Entre as pessoas com idade entre 60 e 69 anos, o índice cai para apenas 18%

O estudo entrevistou mais de 20 mil consumidores de 20 países.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ