Samsung

Suspeitos de assaltar fábrica da Samsung são presos em SP

Redação Olhar Digital 16/12/2014 16h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Cerca de 100 policiais participaram, na manhã desta terça-feira (16), de uma operação para cumprir oito mandados de prisão e 17 de busca e apreensão relacionados ao assalto a fábrica da Samsung em Campinas (SP). Os suspeitos foram presos nas cidades de São Paulo, Osasco (SP), São Roque (SP), e Taboão da Serra (SP). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A Operação Android, encabeçada pela Polícia Civil de Campinas, investiga o assalto que aconteceu em julho, quando cerca de 20 homens armados invadiram a unidade da Samsung, localizada na Rodovia Dom Pedro Primeiro, após dominarem os funcionários e vigias do local usando crachás e roupas de funcionários previamente rendidos.

À época, a operação criminosa utilizou sete caminhões para roubar 40 mil aparelhos eletrônicos - entre eles tablets e celulares -, avaliados pela polícia em R$ 80 milhões. Imagens do circuito interno de câmeras ajudaram na identificação dos suspeitos.

A mercadoria subtraída começou a aparecer algumas semanas após o roubo no Paraguai, onde era possível comprar smartphones de R$ 3 mil por preços mais baratos. Um consumidor que adquiriu o aparelho roubado e não conseguiu habilitá-lo no Brasil procurou ajuda técnica e, depois, ao descobrir a mercadoria roubada, foi à polícia.

A partir dessa pista, as investigações chegaram aos suspeitos em São Paulo. Os detidos foram encaminhados para a Delegacia de Investigações Gerais, em Campinas (SP), para prestar depoimento e estão sob custódia da Polícia Civil.




Samsung
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você