Trem que poderia fazer Rio e SP em 30 minutos é testado nos EUA

Teste realizado na semana passada foi o primeiro a ter passageiros incluídos em um trem hyperloop, cuja velocidade pode chegar a mais de 1.000 km/h

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 15/11/2020 17h00
Hyperloop
A A A

O Virgin Hyperloop, veículo de alta velocidade que está em estágio de desenvolvimento, foi testado pela primeira vez, no deserto de Nevada, nos Estados Unidos, na tarde do último domingo (11). Estavam dentro do veículo dois funcionários da empresa que se dispuseram a testar o meio de transporte.


O trajeto não era longo: a pista de testes possuía apenas 500 metros, que foram percorridos em 15 segundos pela estação que levava os diretores Sarah Luchian e Josh Giegel. O objetivo era testar principalmente o conforto e estabilidade do veículo em uma situação de transporte real.

A velocidade total atingida pelo trem foi de cerca de 172 km/h, o que está longe da capacidade total planejada pela Virgin Hyperloop para o modelo final, que pode chegar a mais de 1.000 km/h. Para efeitos de comparação, o veículo, em seu potencial total, poderia levar passageiros do Rio de Janeiro a São Paulo em cerca de 30 minutos.

Algumas empresas vêm trabalhando nesta tecnologia de transporte como uma das soluções econômicas de mobilidade para o futuro, principalmente para longas distâncias. A ideia inicial foi proposta pelo empresário Elon Musk, investidor no ramo automobilístico com a montadora Tesla.

Reprodução

Protótipo de um modelo do Virgin Hyperloop em Dubai. Foto: slava296/Shutterstock

Ele sugeriu a ideia de trens que se movimentassem em tubos a vácuo, e pudessem atingir grandes velocidades sem a necessidade de uma grande combustão para tal. Desde então, alguns protótipos vêm sendo apresentados ao mundo, como o Virgin Hyperloop: o primeiro a transportar passageiros em um teste. Sarah Luchian, que pôde experimentar a sensação da viagem, mesmo que por poucos segundos, a definiu como tranquila, porém "estimulante psicológica e fisicamente", comentou.

Desafio estrutural

O grande desafio que os projetos de hyperloop enfrentam é sua aplicação estrutural em cidades, países e até internacionalmente. Rodovias, sistemas de tubulação de água e esgoto, e outras infraestruturas que os centros urbanos possuem são complexas de serem instaladas e operadas: a adição de mais um sistema como este, principalmente caso seja privado, sem a possibilidade de operação entre concorrentes, torna sua viabilidade prejudicada. 

Luchian comenta sobre a dificuldade a ser enfrentada, entendendo que o governo deve ser um parceiro na instalação do sistema. "A infraestrutura é um foco muito importante para tantas pessoas no governo. Sabemos que as pessoas estão procurando soluções. Elas estão procurando o transporte do futuro. Podemos continuar construindo sistemas de transporte de hoje, ou de ontem, e continuar encontrando os mesmos problemas que eles trazem. Ou podemos realmente procurar construir algo que resolva esses problemas.".

Fonte: The Verge

Mobilidade hyperloop virgin mobilidade urbana
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você