Twitter se prepara para entrar no mercado chinês

O Twitter está dando sinais de que pretende tentar chegar ao país mais populoso do planeta. Ontem, o CEO da empresa, Jack Dorsey, informou que a rede social havia contratado uma nova executiva para gerenciar seus planos para o país. O tweet pode ser visto abaixo:


Kathy Chen, a nova diretora administrativa do Twitter para a China, é residente de Hong Kong segundo sua descrição do Twitter. Ainda na rede social, ela informou que seu principal objetivo será "criar mais valor para empresas, criadores, parceiros e desenvolvedores chineses".

Escalando a muralha

Embora a contratação de uma diretora administrativa para a região sugira que o Twitter pretenda entrar no mercado chinês, a rede social ainda enfrenta diversos desafios. O principal deles é o fato de o site ser bloqueado na internet chinesa pelas autoridades desde 2009, segundo a Reuters.

Além disso, caso consiga chegar ao público chinês, a rede social de micro-blogs ainda enfrentaria uma concorrência pesada de serviços semelhantes ao seu, como o Tencent QQ, QZone, Sina Weibo e WeChat, de acordo com o VentureBeat. Esses concorrentes têm também a vantagem de já serem reconhecidos pelo governo chinês.

É possível ainda, no entanto, que o Twitter esteja focado em atrair empresas chinesas como parceiras e anunciantes. Ela poderia usar a sua base de mais de 300 milhões de usuários para negociar com empresas que desejem atingir o público dos outros países que usa a rede.

O Twitter não é a única empresa que pretende entrar no mercado chinês. Segundo diversas fontes, o Google já está se preparando para voltar à China desde o final do ano passado, e sua loja de aplicativos deve voltar a funcionar no país ainda em 2016

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ