Uma caixa é a nova solução da Microsoft para transferir dados para a nuvem

A Microsoft tem uma nova solução para quem não quer acabar com a banda da empresa na hora de subir arquivos na nuvem: uma caixa. Anunciada durante o Ignite, evento da companhia para seus clientes corporativos, a Azure Data Box faz as vezes de um "pen-drive" gigante e mais seguro e confiável, com direito a criptografia de dados. Ela foi criada justamente para transferir arquivos de um computador para um servidor Azure, mas sem precisar de internet para isso.

O dispositivo foi revelado no ano passado, mas até então estava em fase de testes. Ele pesa pouco mais de 20 Kg e guarda até 100 TB de arquivos. A ideia é que o aparelho cheio de dados seja levado por algum serviço de entregas até a Microsoft e ela mesma faça o upload dos arquivos em um servidor do Azure. São cobrados a locação das caixas e depois, claro, o armazenamento.

Uma versão maior (em todos os sentidos) da caixa, a Azure Data Box Heavy de até 1 petabyte, também foi anunciada durante o evento, mas ainda está em fase de testes.

Além dos dois equipamentos focados em guardar arquivos, a companhia revelou a Data Box Edge, que é mais voltada para processamento e também está em fase de preview. O aparelho é praticamente um rack de data center “portátil”, que roda até algoritmos de inteligência artificial para analisar e processar dados antes de enviá-los para a nuvem pela internet.

Os aparelhos até têm uma página dedicada a eles em português brasileiro. No entanto, o serviço está, por ora, disponível apenas nos EUA e na Europa. E por mais que a novidade seja curiosa, eles já têm concorrência por lá: a Amazon oferece as Snowballs e até um caminhão, o Snowmobile, para levar dados a servidores do AWS e o Google tem os Transfers Appliances para seu Cloud.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ