VAIO se fundirá com divisões de PCs da Toshiba e da Fujitsu

A VAIO, fabricante de notebooks que surgiu a partir de uma marca da Sony, espera fechar um acordo de fusão com as divisões de computadores da Toshiba e da Fujitsu até o fim de março de 2016. Segundo a Bloomberg, a informação veio de Hidemi Moue, CEO do fundo de aquisição que atualmente controla a VAIO.

Segundo Moue, a fusão permitiria ao trio de empresas economizar em Pesqusa e Desenvolvimento, além de permitir às empresas ganhar em escala de produção. A VAIO espera ser a principal acionista da gigante japonesa de PCs resultante da fusão.

Mercado turbulento

Um dos objetivos da fusão é ajudar as três empresas a resistir durante um dos piores períodos da história do mercado de PCs. Nessa situação, Moue considera que "há vantagem em trabalharmos juntos para aproveitar ao máximo a pesquisa, o volume de produção e os canais de marketing".

A Toshiba, em específico, vem encarando grandes dificuldades nos últimos meses: em julho, seu presidente renunciou após um escândalo de "engorda de lucros", e em dezembro a empresa demitiu 30% de seu quadro de funcionários - um total de 7800 trabalhadores.

Uma fusão da VAIO com as outras duas divisões de PCs poderia formar uma empresa grande o suficiente para encarar os atuais líderes do mercado: Dell, HP e Lenovo. De acordo com Moue, porém, o principal foco da empresa resultante continuaria sendo o mercado japonês.

Fãs brasileiros da marca não precisam perder totalmente a esperança, no entanto. Daniel Bergman, o diretor da VAIO no Brasil, disse ao Olhar Digital que o país é um mercado estratégico para a marca, e que o setor em que a empresa atua tem se mostrado resistente a crises.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ