Veja como a tecnologia pode mudar a forma como apreciamos as obras de arte

Hoje, para apreciar uma obra de arte, não é mais preciso ir aos museus; a internet permite pesquisar sobre diversos quadros, esculturas e artistas. Até mesmo museus famosos usam a tecnologia a seu favor: o Louvre, por exemplo, já oferece tour virtual há alguns anos.

No entanto, a tecnologia pode aumentar ainda mais a interação que temos com a arte. O documentário interativo “Hieronymus Bosch, O Jardim das Delícias Terrenas” é um exemplo de como a internet, avanços tecnológico, arte e, um dia talvez, a realidade virtual podem se unir.

O documentário, coproduzido pela emissora de TV dos Países Baixos NTR, faz uma espécie de tour no tríptico – conjunto de três pinturas – do artista holandês em 15 passos. Em uma interface web o visitante é levado a uma viagem audiovisual, incluindo música, vídeo e imagens em alta resolução para enriquecer a narrativa.

A pessoa pode escolher como quer fazer o tour: se vai seguir a ordem pré-estabelecida ou se vai visitar no modo livre, onde ela pode ouvir os trechos de áudios separados. Também é possível ver de forma escrita os textos dos áudios, com outras imagens ilustrativas.

O documentário pode ser acessado aqui.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ