Vaio notebook

Vendas de notebooks tops de linha podem crescer em 2016

Rodrigo Loureiro 04/04/2016 16h04
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Mesmo com a crise financeira que o país atravessa e as projeções de que o mercado de computadores pessoais irá apresentar retração em 2016, o setor de notebooks high-end pode ter motivos para comemorar no fim do ano.

De acordo com a consultoria IDC Brasil, aparelhos com preços acima de R$ 4 mil foram responsáveis por 15% das vendas totais de notebooks no Brasil em 2015. O percentual é cinco vezes maior do que o registrado em 2014, quando a categoria abocanhou apenas 3% do mercado. Assim, as projeções para 2016 são otimistas.

“No último ano houve uma mudança no comportamento do consumidor brasileiro. Ele passou a investir em equipamentos mais robustos e com preços mais altos”, explica Pedro Hagge, um dos responsáveis pela pesquisa.

Além das questões técnicas relacionadas aos componentes de hardware, a IDC listou que outro fator que contribuiu para o aumento nas vendas é o status gerado por esse tipo de produto. A análise aponta que o apelo social de marcas fortes, como Apple e Vaio, por exemplo, ajudou na comercialização.

Notebooks Mercado macbook
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você