Washington quer usar Uber para atendimento de emergência

A cidade de Washington está com um plano de usar o serviço do Uber para o atendimento de emergência de baixa prioridade.

O governo quer contratar uma equipe de enfermeiros que possa avaliar a condição da pessoa necessitada por telefone e encaminha-la para um Uber caso se encontre em uma condição considerada estável.

Já os carros do Uber precisariam estar equipados com sirenes, luzes e um sistema de rádio comunicação.
No entanto, o plano não está agradando a todos. Críticos afirmam que o motorista não tem treinamento para garantir a segurança do paciente e de outras pessoas. Caso a situação do paciente piore, o motorista pode se assustar e provocar um acidente.

Além disso, o governo estaria fornecendo um enfermeiro ou médico remoto que seriam incapazes de avaliar visualmente o estado de uma pessoa, sendo que isso coloca o paciente em uma situação desnecessariamente perigosa.

Via TechCrunch

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ