Windows Vista é o maior arrependimento de Ballmer

Steve Ballmer deixará um legado interessante na Microsoft. Ao mesmo tempo em que conseguiu aumentar bastante a arrecadação e lucros da empresa durante o período em que foi o "manda-chuva" da companhia, também será lembrado pelas maiores falhas da companhia. Ele próprio reconhece seu pior momento: o Windows Vista.

Quando entrevistado pelo ZDNet, o futuro ex-CEO, que já confirmou a aposentadoria para daqui a um ano, foi claro ao definir que este foi seu pior momento à frente da empresa na qual trabalha desde os anos 1980.

"Eu tive a oportunidade de cometer muitos erros. Mas eu acho que meu maior arrependimento foi o processo de transformar o Longhorn [codinome do Vista na etapa de desenvolvimento] no Vista. Há efeitos colaterais quando você organiza um grande time para fazer algo que não acaba se provando tão valioso assim", afirma ele à jornalista Mary Jo Foley.

Como aponta o The Verge, o problema apontado por Ballmer foi o reinício do código do Windows Vista no meio de seu desenvolvimento, o que acabou removendo alguns recursos interessantes do sistema, que não chegaram à versão final. O sistema era para ter sido lançado três anos depois do XP, mas saiu apenas cinco anos depois e não foi lançado a tempo da importante época do Natal.

Contudo, Ballmer também tem seus momentos de orgulho como funcionário e comandante da Microsoft. Ele se sente feliz pelo legado da empresa, que teve papel primordial no crescimento da computação pessoal. "Nós praticamente criamos isso entre os anos 1980 e 1990 e teve um impacto incrível na vida das pessoas. Talvez mais de 1 bilhão de pessoas e agora ainda mais com os telefones, mesmo que não sejam todos nossos. Eu sou muito orgulhoso do que conquistamos aqui", afirma ele.

Vai às compras na BlackFriday? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ