Higienização de equipamentos é crítica em meio à pandemia

Equipe de criação Olhar Digital 11/08/2020 09h00
Notebooks
Clique aqui para assistirHigienização de equipamentos é crítica em meio à pandemia
A A A

A pandemia do novo coronavírus mudou os hábitos de higiene das pessoas em todo o mundo. Água, sabão e álcool em gel passaram a ser itens de necessidade básica no cotidiano.

Como nossos companheiros inseparáveis, os equipamentos eletrônicos que usamos no dia a dia também precisam passar por esse ritual. Basta lembrar que nós os tocamos o tempo todo e é preciso eliminar qualquer chance de que o novo coronavírus fique em suas superfícies.

Só que neles não dá para usar água e sabão nem álcool em gel. Isso porque esses dispositivos têm peças, componentes eletrônicos e ligações elétricas que podem deixar de funcionar se forem higienizados com produtos inadequados.

O ideal, então, é escolher produtos que não prejudiquem esses equipamentos. A gente quer manter nossos eletrônicos higienizados, mas quer que eles continuem a funcionar normalmente, né?!

Então, o que pode ser usado para limpar esses dispositivos sem danificá-los? Álcool isopropílico. Esse tipo de álcool contém um percentual mínimo de água, o que o faz evaporar muito rapidamente. Com isso, a chance de oxidação de peças, componentes eletrônicos e ligações elétricas é quase nula.

Já que é assim, a Convex – principal empresa de outsourcing de equipamentos digitais do país - encomendou mais de 30 mil sachês de lenços umedecidos com álcool isopropílico para doar para escolas e empresas.

Um lenço umedecido é suficiente para garantir a higienização adequada de um notebook. Basta limpar a tela e o teclado do computador compartilhado de modo uniforme. 

Acesse: www.convexnet.com.br e confira.

publi editorial álcool higienização convex conteúdo patrocinado
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.