Compartilhe com seus seguidores
A A A

Reconhecimento facial não autorizado

Luiza Tozzato, editado por Renato Santino 08/07/2019 20h07

Depois das cidades de São Francisco, na Califórnia, e Sommerville, em Masschussets, banirem o uso do reconhecimento facial mesmo por autoridades policiais, o assunto volta à tona nos Estados Unidos. Uma denúncia do jornal Washington Post mostra que o FBI e a agência de imigração tiveram acesso a fotos de carteiras de motoristas de diferentes estados e usaram ferramentas de reconhecimento facial nesses arquivos, para tentar localizar imigrantes ilegais ou suspeitos de crimes.

O problema é que o acesso a esses arquivos foi feito sem autorização dos donos dos documentos – conforme prevê a lei de lá. Além disso, há a questão técnica de que as inteligências artificiais conectadas aos sistemas de reconhecimento têm se mostrado racistas e preconceituosas com relação mulheres, por exemplo – o que pode ter gerado um enorme número de falsos positivos.

Banco de Dados FBI reconhecimento facial estados unidos Lei Crime
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você